#0 Introdução.jpg

#0 Literatura Viral, um podcast contagiante!

Descubra o que é o Literatura Viral! Apresentado por Áureo Lustosa Guérios, doutorando em Literatura Comparada e doente por livros.

Conheça a nossa proposta de divulgar as Humanidades Médicas misturando a história, a literatura e as artes com a medicina, as ciências da saúde e a história da ciência. Como isso funciona? Porque isso é tão importante?

Por fim, ouça a toda essa interdisciplinaridade de forma leve e descontraída. Afinal, dando risada a gente aprende mais!

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
 
#1.jpg

#1 Por que doença? Hipócrates e sua teoria equilibrada

O que uma múmia do neolítico nos revela sobre os medicamentos na Idade do Bronze? Descubra como e porque a Medicina já nasceu com o seres humanos. E é claro que falamos de umas das personagens mais influentes na História da Medicina: como Hipócrates explica a saúde e a doença? Porque adoecemos afinal? A resposta é uma teoria equilibrada e bem-humorada!

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
#2.jpg

#2 Já tá tudo na nuvem! Sobre Epidemias e Miasmas

E se as doenças fossem causadas pelo fedor, pela fumaça e pela neblina? Arquitetos romanos, médicos persas e monges do renascimento concordam: o problema são os miasmas! Este é um episódio sobre história da ciência com pinceladas de Dostoiévski.

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#3.jpg

#3 Só tenha medo do medo! "A Peste" do João de Rio

 

Morrer de medo... é possível! Pelo menos para a medicina de 1800 que considerava que o Medo poderia induzir e até causar doenças. E para provar a existência dessa intrigante doutrina científica analisamos A Peste do João do Rio. Na dúvida, se você está com medo do Corona, cante um pouquinho: "don't worry... be happy...". Quem canta seus Medos espanta.

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
 
#4.jpg

#4 O que os olhos não veem, o Medo é que sente! "O Medo" de Maupassant

Diminutos, mas poderosos. A descoberta de que os germes causam doenças lança um calafrio de terror pelas costas de Maupassant em O Medo (1884). É fantasma, é assombração? Pior, é micróbio.

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
#5.jpg

#5 Terror, zumbis e Scooby-Doo: "A Máscara da Morte Rubra" de Edgar Allan Poe

 

O que é o que é: o que Chaplin, zumbis e Scooby-Doo têm em comum? Esteja avisado: a resposta é inusitada e horripilante!

Prepare-se para discutir A Máscara da Morte Rubra de Edgar Allan Poe em que a pestilência pinta o sete (de fundo: trovão-risadas-malignas-e-lobos-ouvindo-com-eco).

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#6.jpg

#6 Há males que vêm para bem. “Guerra de Santos” de Giovanni Verga (parte 1)

"Chega William! Ninguém aguenta mais notícia ruim..." Como tudo nessa vida tem seu lado bom, neste e nos próximos episódios discutimos textos que oferecem uma perspectiva mais "positiva" sobre as epidemias. Hoje começamos a análise de um texto hilário, a Guerra de Santos de Giovanni Verga. Eis a primeira parte de uma pequena joia da literatura italiana.

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#7.png

#7 Há males que vêm para bem. “Guerra de Santos” de Giovanni Verga (parte 2)

E continuamos a segunda parte da Guerra de Santos com cores vibrantes. A situação ficou preta: Turi está vermelho de raiva, Saridda branca de susto, e Nino com o olho roxinho-roxinho. Só mesmo o Cólera Azul para resolver a situação!

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#8.png

#8 A harmonia de muitas vozes: "Assim Vivemos Agora" de Susan Sontag

Dizem que quando um burro fala, o outro abaixa a orelha. Afinal muitas vozes só podem terminar em balbúrdia e confusão. Mas e se o caos criado pela epidemia gerasse harmônia, apoio e união? Segundo Susan Sontag, é Assim [que] Vivemos Agora.

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#9.png

#9 Doente? C'est la mode, c'est très chic. “A Policitemia de Dona Lindoca” de Monteiro Lobato

Pobre Lindoca! Primeiro os filhos saíram de casa. Depois o marido deu de vir perfumado da rua. E agora – suprema desgraça! – ela ainda foi ficar saudável! Hoje Monteiro Lobato nos ajuda a discutir uma construção sociocultural inusitada: a doença como privilégio. Pois é, não tá fácil para ninguém.

 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#10.png

#10 O Médico Superstar: de Charlatão a Astronauta

Como o médico é imaginado na literatura e na arte? Prepare-se para ver a medicina decolar. De charlatão a detetive, de herói a astronauta, o médico ascende meteoricamente para virar uma verdadeira superstar em House, Grey's Anatomy e Gravity.

 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#11.png

#11 O Médico Charlatão ou Quando a Medicina Matava Mais do que Barbeiro com Soluço

Ainda que hoje poucas profissões possuam tanto prestígio quanto a medicina, nem sempre as coisas foram assim. No passado, os médicos foram frequentemente considerados inábeis e enroladores, enquanto se dizia que a medicina era “uma forma de homicídio benevolente”. Prepare-se para ouvir anedotas do tempo em que “remédio” e “veneno” eram sinônimos e que um bom drink e um remedinho homeopático poderiam ser as suas melhores chances de cura.

 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#12.png

#12 O Médico Filósofo ou Como Curar com a Força do Pensamento

E continuamos discutindo as mil e uma faces dos médicos na literatura... Mas dessa vez em uma pintura! Prepare-se para fazer um trabalho de detetive e descobrir a imagem do médico-filósofo no quadro de Luke Fildes, O Doutor. A investigação será longa e nos levará de etimologias latinas às esculturas de Rodin e Michelangelo, do brilhante romance Middlemarch às tendências da moda lançadas pela Chanel!

Encontre o quadro e as esculturas nas páginas do Literatura Viral  no facebook ou no instagram. Já aproveita pra deixar um like e compartilhar! 

 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#13.png

#13 Humanidades Médicas, Arte Africana e Hospitais: "Ciência e Caridade" de Pablo Picasso

Hoje discutimos uma obra tradicional do grande avanguardista Pablo Picasso. Em Ciência e Caridade, pintado quando Pablito tinha apenas quinze años, Picasso nos convida a refletir sobre a cura do corpo e da alma. Prepare-se, porque neste episódio discutimos o que são as Humanidades Médicas, a influência da Arte Africana no cubismo, a medicalização segundo Foucault, a história dos hospitais e mais!

As imagens estão disponíveis nas páginas do Literatura Viral no Face e no Instagram.

Os perfis que mencionamos são: @academiamedica e @machadodeassisreal. Já os podcasts recomendados são: História PretaNegro da Semana e Clássicxs sem Classe. São todos projetos extraordinários. Divirtam-se!

 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#14.png

#14 Quando a vida imita a arte: "Um Inimigo do Povo" de Henrik Ibsen

Um médico tenta lutar contra uma epidemia. Um governo que não gosta do que vê. Uma economia que não pode parar. Soa familiar? Pois é, esse é o enredo de um Um Inimigo do Povo do grande dramaturgo norueguês, Henrik Ibsen. Prepare-se para um episódio exuberante em que discutimos Realismo, Balzac, sociologia, teatro nórdico, cinema neorrealista e encontramos até um espacinho pro Cidade de Deus. Venha ouvir sobre essa obra inacreditavelmente profética! Fora isso, o e-book gratuito que fizemos em parceria com a @academiamedica já está pronto! Clique aqui para baixar grátis o seu! E boa leitura!

 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#15.png

#15 Profecias, Pandemia e Apocalipse: "O Último Homem" de Mary Shelley

Dessa vez discutimos O Último Homem de Mary Shelley, o primeiro de vários textos pós-apocalípticos que discutiremos. O romance da célebre autora de Frankenstein retrata o mundo em 2100, quando uma pandemia aniquila a humanidade, com uma única exceção... A obra foi publicada em 1826 e efetivamente previu a chegada da Segunda Pandemia de Cólera (1827-1848) à Europa. Prepare-se para descobrir qual a relação de O Último Homem com a Bíblia e o Novo Testamento, o nascimento do turismo no século XVIII, os oráculos greco-romanos e, por que não?, os discursos negacionistas ao redor do Covid. Eles são beeem mais velhos do que você imagina... 

Lembre também de baixar seu ebook gratuito sobre as Humanidades Médicas. Acesse nossos perfis no Facebook ou no Instagram. Baixe aqui seu livro e aproveite!

 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#16.png

#16 Ficções Científicas: "Frankenstein", "A Guerra dos Mundos" e seus precursores

Sigam a ciência, sigam a ciência! Poucos conselhos são tão importantes nesse momento. E para honrá-lo, começamos essa semana uma discussão sobre H. G. Wells, A Guerra dos Mundos (1897), e o que é, afinal, a Ficção Científica. Traçamos a história desse gênero da Grécia antiga ao Japão do ano 1000, do Egito do século XIII à Alemanha do Renascimento! Prepare-se para um episódio repleto de trava-línguas, em que mencionamos Frankenstein (1818), a descoberta da eletricidade, a família Huxley, ETs que desembarcam de Bambus Voadores (?!) e mais! 

 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#17.png

#17 Marcianos, Imperialismo e Cristóvão Colombo: “A Guerra dos Mundos” de H. G. Wells

Se no episódio anterior discutimos a história da Ficção Científica, agora mergulhamos na análise de A Guerra dos Mundos (1897) de H. G. Wells. Começamos discutindo a Literatura de Invasão, para depois falar sobre os armamentos do século XIX, a chegada de Cristóvão Colombo nas Américas, o papel das epidemias no Intercâmbio Colombiano, e finalizamos pensando sobre a colonização da Tasmânia. Ouça uma discussão literária como você nunca ouviu, envolvendo A Guerra dos Mundos, Marcianos, Vikings, e até mesmo Drácula e James Bond! (what?!)

O perfil mencionado no episódio é o @ninatorquato da Ana Carolina Torquato, mestre pela University of Sheffield e doutora pela UFPR.

 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#18.png

#18 O Cânone Literário e "Seus Olhos Viam Deus" de Zora Neale Hurston

Praticamente todo dia o Google me sugere ler algo como "10 Leituras para os Tempos do Corona" ou "Os Melhores Livros para Sobreviver a Quarentena". Essas são tentativas de agrupar o melhor dos melhores e montar um dream team. Em literatura, isso já tem nome: o Cânone Literário. Mas, o que é o Cânone? Para que ele serve? Quem determina quem entra e quem sai? Neste episódio, a Juliana do Clássicxs sem Classe se junta ao time para discutir essa seleção de obras primas, especialmente no que diz respeito às mulheres. Por que há poucas escritoras no Cânone? Como e por que isso está mudando? Além disso, falamos sobre a obra de uma grande escritora negra: Seus Olhos Viam Deus (1937) de Zora Neale Hurston. Prepare-se para ouvir sobre folclore, oralidade na literatura modernista, furacões gigantescos, cachorros raivosos e uma doença que causa poderosos efeitos psicotrópicos.  

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#19.png

#19A-doença-que-não-deve-ser-nomeada: "Floradas na Serra" de Dinah Silveira de Queiroz

Rufem os tambores e segurem a respiração, senhoras e senhores, porque chegou a hora de discutir a doença preferida dos artistas de 1800: a Tuberculose. Hoje falamos sobre micobactérias, bisontes de 17.000 anos de idade, A Montanha Mágica e - porque não? -  as múmias de Nefertiti e Tutancâmon!  Descubra como uma doença como a tubercul... quer dizer, "Você-Sabe-Qual", virou um tabu com a análise de Floradas na Serra de Dinah Silveira de Queiroz. Um episódio de tirar o fôlego! 

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#20.png

#20 As Rimas da Tuberculose: terapia, ironia e empatia em Manuel Bandeira e Christian Krohg

Neste vigésimo episódio, continuamos a discutir a Tuberculose, agora ao som de um tango argentino! Falamos  do poema Pneumotórax (1930) de Manuel Bandeira para pensar sobre tratamentos desastrados e sarcasmos insólitos. Passamos então aos sentimentos de altruísmo e empatia a que nos convida o quadro Uma Menina Doente (1881), do norueguês Christian Krohg. Divirta-se com a produção literária dos anos 30, sanatórios suíços, a construção de Petrópolis e até mesmo os Surrealistas e tudo o que vem Dalí em diante.

Como sempre, a imagem está disponível no insta, no face e no botão abaixo. Já o curso Humanidades Médicas: a saúde e a doença na história e nas artes pode ser acessado aqui e todas as minhas aulas abertas aqui. Fica a super dica!

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#21.png

#21 O Estúdio Ghibli e a Tuberculose em "Totoro", "Memórias de Marnie" e "Vidas ao Vento"

 

A incidência da tuberculose diminuiu radicalmente desde 1940, mas na arte ela continua muito bem obrigado. A doença aparece em diversas obras recentes, como por exemplo nas obras do Estúdio Ghibli  que discutimos neste episódio: Totoro (1988) e Vidas ao Vento (2014) de Hayao Miyazaki‎ e Memórias de Marnie (2013) de Hiromasa Yonebayashi. Divirta-se com esse episódio animado em que também falamos de literatura japonesa, nuvens de carvão, fantasmas, Thomas Mann e mais! E se depois de ouvir, ainda estiver na vibe, há duas palestras do Literatura Viral sobre animes neste curso aqui.

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#22.png

#22 A Peste Bubônica, Shakespeare e algumas chicotadas

Muito se fala em "O flagelo da Peste", mas poucos sabem como essa expressão pode ser literal... No episódio dessa semana falamos sobre a Imperatriz de todas as epidemias, a poderosíssima chefona dos microrganismos, a Peste Bubônica! Como não podia deixar de ser, começamos falando de Camus, depois de Boccaccio, depois de Shakespeare, e mencionamos até O Alquimista, mas não o de Paulo Coelho e sim o de Ben Johnson de 1610. Em seguida falamos sobre a bactéria que causou o furdunço todo e de como ela se aproveita de pulgas e roedores inocentes. Para terminar, discutimos como grupos de peregrinos flagelantes buscavam se livrar da peste no século XIV na base da porrada. Ou melhor: da chicotada. E quem imaginaria que tudo isso tem a ver com o Ku Klux Klan e o nazismo? Gostou do episódio? Aproveite e leia minha entrevista para a Universidade de Munique aqui.

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
 
#22.png

#23 A Literatura Global, Rilke e “A Peste em Bergamo” de Jens Peter Jacobsen

Talvez seja esperar demais que a Literatura Universal inclua poemas marcianos ou romances de outras galáxias. Mas, será que ela não pode pelo menos falar de todo o Planeta Terra? Neste episódio do Literatura Viral discutimos o conceito de Literatura Global como forma de expandir o cânone. E refletimos sobre um fenômeno que muitas vezes condiciona a nossa visão da Literatura: as traduções e a ausência delas... E um exemplo disso é o ilustre desconhecido de que falamos hoje: o escritor e cientista dinamarquês Jens Peter Jacobsen, cuja obra influenciou Rainer Maria Rilke, Thomas Mann e até mesmo Arnold Schönberg. Ouça e descubra cidades empestadas, conselhos a jovens poetas e um punhado de monges masoquistas.

O curso A Medicina e as Artes: uma introdução às Humanidades Médicas pode ser encontrado aqui. Toda a renda arrecadada é inteiramente revertida ao maior hospital infantil do Brasil, o Hospital Pequeno Príncipe.

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle
#24.png

#24 Como proteger-se da Peste: Arquitetura, Colunas Votivas e a Contra-Reforma

As pessoas reagem de formas diferentes à chegada de uma pandemia. Pânico, descaso, festerê e oba-oba: tem gosto para tudo. Como vimos no episódio anterior, há até quem tente resolver a coisa na base do chicote... Mas também existem outras estratégias mais amigas do seu lombinho. Uma delas é fazer promessas!

No episódio de hoje falamos de história e arte com pitadas de antropologia. Começamos contando a história da Peste e a descoberta da bactéria, para em seguida falar do Orientalismo e do porque a Europa é uma península que vai às festas à fantasia vestida de continente. Em seguida discutirmos arquitetura e falamos do grandíssimo Andrea Palladio e de como os romanos embelezavam suas cidades com Arcos do Triunfo e Colunas da Vitória. Como sempre, guardamos uma surpresinha para o final: tudo isso tem a ver com a história do cristianismo, a Contra-Reforma, o Barroco e, é claro, o Black Lives Matter. Prepare-se para sair de férias e ir para Roma, Praga e Viena, porque o episódio de hoje é uma viagem. E essa é uma promessa!

Quer ver alguns exemplos de Colunas Votivas? Acesse o nosso insta ou clique no botão abaixo.

  • Spotify - Black Circle
  • iTunes - círculo preto
  • Google Play - Black Circle
  • Deezer - Black Circle

©2020 por Literatura Viral